Castelo de Buda

Hungria é o nosso segundo lar, é o país que nos acolheu e continua acolhendo. Não seria exagero falar que "Amamos a Hungria", afinal vivemos em Budapeste desde 2011. Budapeste é uma cidade viva, alegre e repleta de bares, restaurantes, festivais, parques, prédios lindissímos, cultura e muita mais muita história.

Em um passado não muito distante, o povo húngaro passou por guerras e regimes políticos rigorosos (Nazimos e Comunismo). As marcas desses períodos difícies ainda estão muito presentes na cidade e nos húngaros (comportamento). Os próprios húngaros se definem como "mal-humorados", mas na verdade a ferida aberta tanto pelos Alemães quanto pelos Russos ainda não cicatrizou por inteiro.

Muita coisa mudou e mudou para melhor desde que nos mudamos para Budapeste. Vimos muitos prédios e praças sendo renovados, frotas de ônibus sendo trocadas, metrô sendo restaurados e uma melhora no atentimento ao cliente. Os húngaros estão mais recepitíveis e comunicativos.

Os turistas que visitam Budapeste tem a oportunidade de conhecer um pouco mais sobre a história do povo húngaro, se encantar com a beleza da cidade, relaxar nos banhos e aproveitar a vida noturna, que por sinal é muito animada.